Moro entendeu que ex-presidente da Câmara praticou corrupção, lavagem e evasão de divisas

O ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha foi condenado nesta quinta-feira (30) a 15 anos e quatro meses de reclusão pelo juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Preso desde outubro de 2016 no Complexo Médico Penal na região metropolitana da capital paranaense, o peemedebista praticou os crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Na decisão, Moro constata que "a prática do crime corrupção envolveu o recebimento de cerca de um milhão e quinhentos mil dólares, considerando apenas a parte por ele recebida, o que é um valor bastante expressivo, atualmente de cerca de R$ 4.643.550,00. Consequências também devem ser valoradas negativamente, pois os vícios procedimentais na aquisição do Bloco 4 em Benin geraram um prejuízo estimado à Petrobrás de cerca de 77,5 milhões de dólares".

Fonte: R7

Ler 460 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Classificados

O Olho do Povo

« Abril 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Imperdível! As novidade do comércio da nossa região estão aqui:
  •  
    Não fique no anonimato, anuncie aqui!
     
  •  
    Não fique no anonimato, anuncie aqui!
     
  •  
    Não fique no anonimato, anuncie aqui!