Maurício Barbosa aciona Justiça para barrar apuração sobre gravação ilegal

O secretário de segurança pública da Bahia (SSP-BA), Maurício Barbosa, acionou a Justiça contra uma investigação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) que apura uma suposta gravação de áudio e vídeo ilegais.

Segundo o UOL, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) vai analisar um pedido de habeas corpus, impetrado por Barbosa, contra a acusação de que o secretário teria fornecido “aparelho de registro velado de áudio e vídeo” para uma suposta vítima de extorsão de dois desembargadores.

A ação do MP é apurada por promotores do Grupo de Combate ao Crime Organizado da instituição que afirmaram, em documento judicial, que Barbosa cometeu "infração penal e ato de improbidade administrativa". Com o equipamento fornecido, a vítima teria gravado conversas e encontros com os magistrados. Em resposta, Barbosa nega ter cometido a irregularidade citada.

Ainda segundo o site, o habeas corpus impetrado pelo secretário ainda inclui também o superintendente de Inteligência da SSP-BA, Rogério Magno de Almeida Medeiros. Sem data ainda de decisão, o recurso será julgado pela 1ª Turma da 2ª Câmara Criminal do TJ-BA.

Fonte: Bahia Notícias 

Ler 254 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Publicado em Notícias

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Classificados

O Olho do Povo

« Outubro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
Imperdível! As novidade do comércio da nossa região estão aqui:
  •  
    Não fique no anonimato, anuncie aqui!
     
  •  
    Não fique no anonimato, anuncie aqui!
     
  •  
    Não fique no anonimato, anuncie aqui!